Um salto. =)

Uma pequena aventura. No último sábado, fomos até Boituva para nos jogarmos de um aviãozinho a 12.000 pés do chão para chegar a 200 km/h em 1 minuto de queda livre. Fui até lá com o Aldo, que foi se promovendo de “um amigo da minha irmã” para “um puta amigo meu da Disney e da USP”. Um tempo atrás, o Aldo foi assaltado e tomou um tiro na coxa. Quem o conhece sabe que o percurso do tiro foi um milagre. Ele é magro, bem magro. O tiro só atingiu músculos. Nada de artéria, veias, nervos, ossos – nada. Um milagre. Passou direto por sua perna e tudo o que ele perdeu foi sangue. Não perdeu vida. Mas o “quase perder a vida” o fez ficar mais perto da vida, mais parte da vida. O que o fez querer fazer tudo o que quer da vida – e o quanto antes. Eu fui com ele até Boituva me jogar de um aviãozinho a 12.000 pés do chão para chegar a 200 km/h em 1 minuto de queda livre.  Admiro o Aldo. Aprendamos com o Aldo. Não precisamos tomar nossos próprios tiros na coxa pra fazer o que queremos muito da vida, não é?

SE JOGAAAAAAAAAAA (em alguns casos, literalmente)!!!!

Anúncios

1 comentário (+adicionar seu?)

  1. Chan
    ago 11, 2010 @ 22:16:28

    Caraaaaaalho!!!! =O

    Parabéns pela coragem, Déboraaaaah!!! Fiquei impressionada com a pele do rosto de vocês enrugando em razão da potência do vento. E também senti muito medo ao te ver na beiradinha do avião, pertinho de se jogar.

    Se eu pularia? Se me ameaçassem com um tiro na coxa, talvez. =P

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: